SOCIEDADE

Novo leilão de rubi moçambicano rende recorde de 44 milhões de dólares.

A empresa Gemfields, com sede em Londres, capital da Inglaterra, anunciou que o seu sexto leilão de rubis extraídos no distrito Montepuez, província de Cabo Delgado, rendeu um recorde de 44,3 milhões de dólares (perto de 2.7 biliões de meticais).
De acordo com um comunicado de imprensa da empresa, o leilão teve lugar em Singapura entre 13 e 19 de Junho e envolvia pontas e rubis da classe comercial, tanto em formas tratadas e não tratadas.
Segundo o documento, citado pela AIM, os recursos obtidos com o leilão serão repatriado para a subsidiária moçambicana Gemfields ‘, Montepuez Rubi Mining Limitada (que é de 75% de propriedade da Gemfields e 25% pelo parceiro local Mwiriti Limitada), com os royalties (impostos) devidos ao Governo moçambicano a ser pago no total a preços de venda.
Em mais de um ano e meio, milhões de quilates foram vendidos para 44 empresas internacionais a um preço médio de 29.21 dólares por quilate. Seis leilões de rubi da empresa resultaram num total de 195 milhões de dólares.
Comentando sobre o recente leilão, o presidente da Comissão Executiva da Gemfields, Ian Harebottle, disse que “os preços alcançados e a elevada percentagem dos produtos vendidos facilitam plenamente a nossa análise das condições de mercado, a qualidade de rubis em Moçambique e os crescentes níveis de demanda em diversos mercados e as categorias.
A Gemfields declarou que é o principal fornecedor mundial de “gemas coloridas responsável extraídos”. Ele tem-se especializado em esmeraldas Zâmbia e ametistas, mas se ramificou em rubis moçambicanas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *